imagens da quarentena (4 de maio): #MayTheFourth

4 de maio de 2020 (#maythefourth), quadragésimo terceiro dia da quarentena Esses dias assisti ao nono episódio da série Guerra nas estrelas, aproveitando sua chegada em um serviço de streaming. O filme é terrivelmente ruim — mas é impressionantemente divertido por apelar de forma tão intensa e tão desavergonhada à memória de nossa infância. Após… Continue lendo imagens da quarentena (4 de maio): #MayTheFourth

imagens da quarentena (12/4): #sixfanarts

12 de abril de 2020, vigésimo primeiro dia da quarentena Uma pausa no desenho de objetos cotidianos e próximos: resolvi um dia desses participar do desafio #sixfanarts que tem circulado no Twitter, idealizado por @mcapriglioneart. Para desviar um pouco do excesso de informação a que somos submetidos sobre o Covid-19, passei essa tarde ensolarada de… Continue lendo imagens da quarentena (12/4): #sixfanarts

#inktober2019

Participei pela primeira vez do Inktober agora em 2019. Apesar de viver rabiscando — sobretudo em meio a reuniões, quando parece que o cérebro funciona melhor enquanto as mãos deslizam sobre o papel — há muito que não dedicava mesmo que alguns poucos minutos do dia exclusivamente para esboçar alguns riscos. Ficar muito tempo sem… Continue lendo #inktober2019

mies van der rohe em gotham city

Todos conhecem a residência Farnsworth: clara, limpa, pura. A mais bem acabada expressão tectônica, o mais perfeito posicionamento no sítio, o melhor e mais conciso desenho segundo uma composição geometricamente perfeita. O famoso projeto de Ludwig Mies van der Rohe certamente possui assento garantido no panteão de obras mais significativas do século XX: não seria… Continue lendo mies van der rohe em gotham city

“Após sua visita a Drop City, venha tomar um sorvete no Dairy Joy”

Drop City, a mais famosa comunidade contracultural estadunidense dos anos 1960, vem sendo objeto de um interesse renovado na última década. O livro-reportagem Droppers, de Mark Matthews, por exemplo, publicado em 2010, é um dos produtos deste interesse e já foi citado aqui. Alguns dos depoimentos dos primeiros anos de Drop City são particularmente interessantes. Gene… Continue lendo “Após sua visita a Drop City, venha tomar um sorvete no Dairy Joy”

drop art, c. 1962

Seguem alguns trechos dos depoimentos de Clark Richert e Gene Bernofsky a Mark Matthews, publicados no livro-reportagem Droppers: America's First Hippie Community. Richert e Bernofsky, artistas e personagens da contracultura norte-americana, foram alguns dos criadores de Drop City, considerada a primeira de várias comunidades hippies alternativas que se instalariam no Sudoeste estadunidense ao longo dos anos 1960 e 70.

“arte é cultura é natureza”

Parece ser pauta comum a diferentes discursos nos anos 1960 e 1970 (alguns de ordem contracultural, outros com pretensão científica, hegemônica) a constituição de uma esfera comum entre natureza e cultura, entre o artificial e o orgnânico. É o que também sugere o depoimento abaixo. "Arte é cultura é natureza", declarara a artista Bonnie Sherk,… Continue lendo “arte é cultura é natureza”

google ngram viewer: “ambiente” e “natureza”

Uma das ferramentas mais interessantes e menos conhecidas do Google é o Ngram Viewer. Com ela é possível avaliar, em diferentes línguas, o crescimento ou recuo do uso de determinadas palavras entre os anos 1800 e 2000. Como a Google já digitalizou e indexou uma quantidade gigantesca de livros, em diferentes edições e formatos, ela… Continue lendo google ngram viewer: “ambiente” e “natureza”

liceu

Algumas palavras sobre a tragédia ocorrida na manhã desta terça-feira, 4 de fevereiro, na sede do Centro Cultural do Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo. 1. minha relação com o lugar Vivi o Liceu durante três anos, entre 2000 e 2002: conheci ali pessoas que influenciariam minhas escolhas e posturas futuras e foi… Continue lendo liceu