piratear significa também preservar nossa privacidade

Dia desses me dei conta de uma obviedade — mas uma obviedade daquelas de que, de tão introjetadas no cotidiano, nos esquecemos facilmente. Trata-se do seguinte fato: empresas de transmissão de filmes, séries e música sob demanda (“streaming”) reúnem um conjunto significativo de dados sobre as nossas vidas particulares. Corporações como Amazon, Apple, Disney, Google,… Continue lendo piratear significa também preservar nossa privacidade

o logotipo do cnrc

O Centro Nacional de Referência Cultural (CNRC) — ou Centro Nacional de Referências Culturais, a depender de onde aparece a menção à instituição — é um dos mais míticos personagens presentes em narrativas variadas a respeito da trajetória das instituições ligadas ao patrimônio cultural e (em alguma medida) ao design no Brasil. Fundado em 1975… Continue lendo o logotipo do cnrc

anyone who knows what love is will understand

Faz pouco menos de dez anos que foi ao ar pela primeira vez o episódio “15 milhões de méritos” da celebrada série britânica Black Mirror, ainda em sua primeira temporada. Exibido em 11 de dezembro de 2011, trata-se até hoje, entre todos os episódios do programa, daquele que mais parece, à primeira vista, se afastar… Continue lendo anyone who knows what love is will understand

periódicos de arquitetura e urbanismo

Todo aquele que já tentou utilizar a plataforma Sucupira de avaliação de periódicos para tentar encontrar publicações interessantes a fim de encaminhar propostas de artigos certamente já se irritou com a forma como o sistema é travado e retorna resultados inadequados. Entre as revistas indicadas com a avaliação mais alta para a área de arquitetura… Continue lendo periódicos de arquitetura e urbanismo

flávio villaça

Ontem soube do falecimento do professor Flávio Villaça, talvez a mais importante referência teórica em planejamento urbano durante os tempos de minha graduação em Arquitetura e Urbanismo nos anos 2000. Hoje não sou urbanista nem trabalho com planejamento urbano. Apesar disso, não só foi fundamental para minha formação o contato com a obra de Villaça… Continue lendo flávio villaça

a brasília de william pitt

Um dos documentos mais misteriosos e interessantes relacionados aos mitos de fundação do Brasil, à sua independência e à construção do imaginário em torno de seu território é um provável texto apócrifo, produzido na primeira década do século 19, atribuído ao político conservador britânico William Pitt — que foi, por duas vezes, primeiro-ministro de seu… Continue lendo a brasília de william pitt

quarentenoutubro (31/10/2020): #elenão

Longe de qualquer ilusão com os limites da democracia liberal e da política institucional, é fundamental que no próximo dia 15 de novembro ocupemos as urnas numa grande frente de combate ao bolsonarismo e a todas as forças reacionárias que vêm colaborando com o processo de destruição do país iniciado em 2016 — tucanos, "centrão",… Continue lendo quarentenoutubro (31/10/2020): #elenão

quarentenoutubro (30/10/2020): celular

15 anos atrás usávamos o telefone celular para desestressar com o jogo da cobrinha. Eventualmente fazíamos ligações. Hoje usamos os celulares para que fiquemos ainda mais ansiosos e tensos — mas fazemos questão de mantê-los atualizados. Este desenho participa da série #quarentenoutubro, uma alternativa ao Inktober.

quarentenoutubro (29/10/2020): gato

Gosto de gatos — muito mais do que de cachorros. Como se costuma dizer: todos conhecem cachorros policiais, mas você já viu um gato policial? Gatos sempre veem o pote meio vazio: há sempre espaço para exigir mais a que se tem direito. Cachorros são leais ao seu senhor: gatos, ao contrário, são sempre anárquicos… Continue lendo quarentenoutubro (29/10/2020): gato