na apple é proibido colar post-its na parede

cupertino, califórnia, eua

No início deste ano empregados da Apple trabalhando no recém inaugurado Apple Park acionaram os serviços públicos de emergência em razão de acidentes de trabalho decorrentes das puras, limpas e aparentemente inofensivas cortinas de vidro espalhadas pelo edifício desenhado pelo escritório Foster & Partners para ser a nova sede global da empresa — ou, ao… Continue lendo na apple é proibido colar post-its na parede

Anúncios

aljube, lugar de memória

Museu do Aljube

Durante a ditadura salazarista em Portugal — que durou dos anos 1930 aos 70 — o governo fascista usou um velho edifício localizado próximo à Sé de Lisboa, no centro da cidade, como espaço de repressão e reclusão de opositores ao regime. Conhecido como Cadeia do Aljube, o edifício — cujas origens remontam ao período… Continue lendo aljube, lugar de memória

uma esquina em lisboa

Passei agora em janeiro poucos dias em Lisboa — foi minha primeira viagem a Portugal e portanto o primeiro contato efetivo que tive com suas cidades e arquiteturas. Para além de todos os efeitos arquitetônicos célebres presentes nos pormenores e fragmentos da obra dos arquitetos contemporâneos portugueses e de sua aclamada Escola do Porto, confesso… Continue lendo uma esquina em lisboa

sobre a exposição “steve jobs, o visionário”

exposição "steve jobs, o visionário" (museu da imagem e do som, junho de 2017)

Em janeiro de 2015 visitei pela primeira vez o Museu da Cidade de Nova Iorque. Trata-se sem dúvidas de um excelente museu: apesar de pequeno, possui boas curadorias, expografias bem produzidas e um manejo engenhoso dos recursos que aparenta ter disponíveis, certamente mais modestos que os dos demais espetaculares museus novaiorquinos. Algo em uma de… Continue lendo sobre a exposição “steve jobs, o visionário”

ian mcharg, gênero e ensino

Fonte: https://philly.curbed.com/2016/4/22/11487922/historical-photos-first-earth-day

Em sua autobiografia (intitulada A Quest for Life, publicada em 1996), Ian McHarg vez ou outra tece alguns comentários destacados do texto principal sobre assuntos que lhe parecem laterais àquela narrativa. Em alguns momentos o autor fala de episódios curiosos de sua vida profissional e em outros ele aproveita tais pausas para expor sua opinião sobre… Continue lendo ian mcharg, gênero e ensino

hans ulrich obrist e a hipótese gaia

Todos os anos a publicação eletrônica Edge.org solicita a cientistas, pesquisadores e intelectuais que respondam a uma determinada pergunta sobre a relação entre ciência, sociedade e cultura. Em 2016 a pergunta escolhida foi “que conceito científico você acha que deveria ser mais amplamente conhecido?” Pesquisadores ligados às ciências naturais ofereceram de respostas previsíveis e usuais a conceitos… Continue lendo hans ulrich obrist e a hipótese gaia

carta aos acadêmicos para 2017

André Gorz. Carta a D. História de um amor.

Você acabou de fazer oitenta e dois anos. Continua bela, graciosa e desejável. Faz cinquenta e oito anos que vivemos juntos, e eu amo você mais do que nunca. Recentemente, eu me apaixonei por você mais uma vez, e sinto em mim, de novo, um vazio devorador, que só o seu corpo estreitado contra o… Continue lendo carta aos acadêmicos para 2017

reyner banham sobre drop city

Em 1962 Reyner Banham publicou, na forma de livro-catálogo, um conjunto de apontamentos e comentários a respeito de episódios e edifícios representativos da arquitetura moderna que ele, em particular, apreciava. Na obra, intitulada Age of the Masters. A Personal View of Modern Architecture, Banham divide as obras e episódios a partir de recortes temáticos próprios, destacando… Continue lendo reyner banham sobre drop city

emily martin: óvulo, espermatozoide e natureza ocidental

Mais do que mecanismo “natural” de reprodução de indivíduos, o processo humano de concepção constitui-se de uma construção cultural fortemente marcada por preconceitos de gênero — processo este que, em sua versão ocidental e moderna, se revela na forma de uma narrativa construída a partir de figuras estereotipadas de masculino e feminino, na qual, entre outros… Continue lendo emily martin: óvulo, espermatozoide e natureza ocidental