helvetica e borracha

De uma única vez, na fotografia abaixo, desaparecem dois dos referenciais visuais mais significativos do Metrô de São Paulo: de um lado, o famoso piso de borracha preto que acompanhou seus usuários durante algumas décadas, substituído por placas de granito cinza. De outro lado, no letreiro branco, desaparece a usual Helvetica, trocada desajeitadamente pela Arial.… Continue lendo helvetica e borracha

Anúncios

"se o crime não compensa… de onde os arquitetos tiram tanto dinheiro?"

A bem-humorada e altamente impactante imagem abaixo era usada como cartaz pelo coletivo ARC (Architect's Revolutionary Council; Conselho Revolucionário de Arquitetos), formado por estudantes da Architectural Association de Londres nos anos 70. Situado em um contexto em que estudantes e jovens profissionais passavam a adotar práticas relacionadas com participação nos processos de projeto e obra,… Continue lendo "se o crime não compensa… de onde os arquitetos tiram tanto dinheiro?"

imagem acumulada a tal ponto que se torna capital

originalmente postado em http://notasurbanas.blogsome.com/2010/10/11/imagem-acumulada-a-tal-ponto-que-se-torna-capital/ Do mesmo livro citado aqui, agora sobre o mestre-de-obras. Long ago in "The Social Bases of Art" [1936] Meyer Schapiro argued that the Impressionist painter was the first artist to address the new modern world of speed and surface. "For this individual," Schapiro wrote, "the world is a spectacle, a source… Continue lendo imagem acumulada a tal ponto que se torna capital

projeto e delito

originalmente postado em http://notasurbanas.blogsome.com/2010/09/18/projeto-e-delito/ Surfar no espetáculo (Hal Foster comenta o livro Life Style, de Bruce Mau): […] In a wry move, Koolhaas now copyrights his catchy phrases, as if to acknowledge this commercial curdling of his critical concepts on the page. Yet for all the Situationist lingo of contemporary designers like [Bruce] Mau, they… Continue lendo projeto e delito