materialidade, cesare brandi

Manfredo Tafuri, em seu Teorie e storia dell'architettura (1968), chegou a acusar Cesare Brandi, o famoso estudioso italiano do campo da Preservação e Patrimônio, de promover um "neoidealismo metafísico e mistificador". A colocação de Tafuri é interessante: ela provoca o campo da Preservação, tradicionalmente avesso a um contato mais intenso — e portanto mais revelador… Continue lendo materialidade, cesare brandi

Anúncios

uma verdade simples (inconveniente?)

originalmente postado em http://notasurbanas.blogsome.com/2010/04/08/uma-verdade-simples-inconveniente/ […] assim como não pode haver uma economia política de classe, também não é possível haver uma estética, arte ou arquitetura de classe, mas apenas uma crítica de classe da estética, da arte, da arquitetura, da própria cidade. […]. Tafuri, 1973. A passagem acima é sempre citada quando se fala de… Continue lendo uma verdade simples (inconveniente?)

reação a tafuri, anos 80, eua [1]

originalmente postado em http://notasurbanas.blogsome.com/2010/02/08/reacao-a-tafuri-anos-80-eua-1/ No início dos anos 80 um grupo de acadêmicos estadunidenses, duplamente incomodados com a condição em que se encontrava a produção de teoria da arquitetura naquele momento naquele país resolveram chamar alguns estudiosos (como o crítico literário Fredric Jameson) para um evento. Estavam duplamente incomodados pois tanto o momento político era… Continue lendo reação a tafuri, anos 80, eua [1]

koolhaas e tafuri

originalmente publicado em http://notasurbanas.blogsome.com/2009/09/05/koolhaas-e-tafuri/ De uma entrevista no portal vitruvius: Parece essencial pôr em confronto estes dois pontos de vista diferentes, justamente para lhes poder compreender melhor na sua relativização. Com Koolhass se reabrem todas (ou quase) as instâncias que Tafuri mantinha fechadas. O problema é que quem encontra em Koolhass uma das poucas referências… Continue lendo koolhaas e tafuri