construção do espaço infantil

Como parte do processo de projeto e produção do complexo de edifícios de moradia estudantil da Faculdade de Medicina da Universidade de Louvain — que se estendeu por mais de uma década —, a equipe do arquiteto belga Lucien Kroll envolveu-se em um dado momento na produção do espaço de uma creche integrada ao campus… Continue lendo construção do espaço infantil

arquitetura: recuos

Na conclusão do artigo introdutório ao livro Reconstructing Architecture — citado na postagem "Anos 90, pós-modernidade, arquitetura" — os autores Lian Hurst Mann e Thoman Dutton identificam quatro grandes categorias de ações de "recuo" ou de "escape" ao capital tomadas por arquitetos e pesquisadores no período abordado por eles (que vai dos anos 70 aos… Continue lendo arquitetura: recuos

william morris, anthony ward

Comentários do pesquisador britânico Anthony Ward sobre William Morris. O grifo é meu. William Morris and Class Suicide William Morris, the nineteenth-century British designer who wrote about the symbiosis of power and aesthetics, politics and art, was a formidable design theorist whose struggle over the ideology of the aesthetic has been denied. We know Morris… Continue lendo william morris, anthony ward

anos 90, pós-modernidade, arquitetura

Em 1996 foi publicado o livro Reconstructing Architecture, editado pelos pesquisadores Thomas Dutton e Lian Hurst Mann. A publicação reúne artigos versando em maior ou menor grau sobre a necessidade e a possibilidade de construção de um "projeto social" — conceito não muito bem definido a princípio, mas que ganha relevos mais claros à medida… Continue lendo anos 90, pós-modernidade, arquitetura

“por que a participação é importante”

Segue um registro de um seminário ocorrido em 2006, durante a Bienal de Veneza, reunindo nomes como Peter Blundell-Jones e Lucien Kroll: porque participação é tão importante (arquivo .wav, o áudio está péssimo, não achei a transcrição). Mais nas seguintes páginas: http://easa.antville.org/stories/1488710 e http://www.indymedia.ie/article/87770 ••• Os então ainda quentes protestos ocorridos nos subúrbios parisienses no ano… Continue lendo “por que a participação é importante”

leon hirszman, mutirão no campo

Versão restaurada do curta-metragem Cantos do trabalho — Mutirão, de Leon Hirszman. Filmado em 1975, contou curiosamente com apoio do Ministério da Cultura em um momento em que o os sucessivos governos militares (e a indústria do cimento) promoviam campanhas nacionais contra o uso de técnicas tradicionais de construção com terra, a pretexto de combater… Continue lendo leon hirszman, mutirão no campo

somos todos arquitetos

TUDO É ARQUITETURA E SOMOS TODOS ARQUITETOS Esta frase encontrava-se em um pôster no Centro 121, um espaço ocupado e autogerido pelos squatters britânicos nos anos 60 que viria a se tornar mais tarde um importante ponto de referência na história do movimento anarquista daquele país. A frase é relacionada ainda ao grupo Fluxus. É… Continue lendo somos todos arquitetos

lucien kroll, arquitetura aberta nos anos 70

Apesar do caráter da obra do arquiteto belga Lucien Kroll ter passado por mudanças significativas ao longo de quatro décadas de atividade, sua participação na construção de um complexo de edifícios (imagem acima) para a Faculdade de Medicina da Universidade Católica de Louvain (que, apesar do nome, se localiza em Bruxelas) permanece como uma referência… Continue lendo lucien kroll, arquitetura aberta nos anos 70

pré-fabricação e a estética do desperdício

Entre 1989 e 1992 o Cedec (Centro de Desenvolvimento de Equipamentos Comunitários), ligado à Emurb (Empresa Municipal de Urbanização de São Paulo), desafiou o conservador mercado da construção civil paulistano e promoveu na cidade um conjunto edificado de alta qualidade arquitetônica e construtiva a custos reduzidos a partir de sistemas de pré-fabricação em argamassa armada,… Continue lendo pré-fabricação e a estética do desperdício